O que acontece quando um estudante de Comunicação, fanático por música, resolve falar sobre o tema? A resposta está aqui... um blog ao estilo Jukebox de ser, que tenta fazer um mix de todos os questionamentos e dicas sobre uma arte essencial para viver, a música.

segunda-feira, 4 de agosto de 2008

Amy, Amy, Amy


Um certo dia, minha chefe apareceu lá na Assessoria (estagio em uma ascom) com o cd Frank , o primeiro lançado pela "bad girl" do momento, Amy Winehouse.

Eu imaginava naquela época (uns 3 meses atrás) que "Rehab", "Tears dry...", e "I'm no good", faziam parte de uma obra prima vocal compactada em uma "mídia". Que engano!

Costumava dizer: - Sim, conheço Amy Winehouse há um tempo e adoro ela.

Mentira! Eu pensava que conhecia.

Eu, viciada em música, e em pedir o que não me pertence, peguei emprestado o cd. Levei o para casa, e lá pude perceber o quanto estava equivocada sobre Amy Winehouse.

No primeiro contato, "viajei" em "Stronger Than me". Sequencialmente fui me envolvendo com "You sent me flying", "Fuck my pumps"....até chegar na décima terceira e última faixa.

Que mané "Back to Black", não o desmerecendo é claro. Mas a tal "obra prima compactada" era e é sem dúvida, Frank.

Joss Stone, e as outras "clones vocais" de divas do soul que me perdoem, mas Amy faz a diferença, ela é a Aretha Franklin dos anos 2.000, mesmo sendo branca, e claro que com mais bebedeiras, drogas e etc etc etc.
Mas é isso aí, e tá dito!
Amy, Amy, Amy.






4 comentários:

SouMusic disse...

Cariiiiiiiiiiissíma colega de Blog, ñ gostei de sua referência à Joss... :D

Mas, pouco antes de ler esta postagem havia comentado com um colega q a voz da Amy eh uma completa contradição com seu perfil. É sem dúvida especial!

THIAGO PAULO disse...

Olá...Tudo Bem????

Só ouvi as músicas da Amy...no radio, ou na tv... nunca escutei um cd inteiro dela, mais é uma coisa que quero fazer. Porque já lido um post sobre um cd dela, e fiquei querendo..ver se bom mesmo!!!

Até..

Deisinha Rocha disse...

hum, amy... gosto das músicas... da voz... dela msmo, hum... não...

Jonatas Fróes disse...

Eu também tive essa sensação ao escutar o primeiro disco da Amy. Apesar desse Back to Black ser bem bom, o Frank é muito melhor. É mais cru, mas ao mesmo tempo melhor trabalhado. Ela é com certeza uma ótima cantora.. Pena que anda se estragando tanto. Tenho para comigo que ela só está esperando os 27 anos pra bater com as botas.........

[]'s

Musikaholic