O que acontece quando um estudante de Comunicação, fanático por música, resolve falar sobre o tema? A resposta está aqui... um blog ao estilo Jukebox de ser, que tenta fazer um mix de todos os questionamentos e dicas sobre uma arte essencial para viver, a música.

terça-feira, 1 de abril de 2008

Tá falando disso mesmo?

Será que quando escutamos uma música, sabemos realmente sobre o que o autor está falando? Conseguimos descobrir a fonte de inspiração para ele? Creio que não.

Bem, há algum tempo atrás fiquei sabendo que uma das músicas mais conhecidas da banda Cidade Negra, Aonde Você Mora, era na verdade uma composição da Marisa Monte. Não lembrava, e não lembro, de tê-la ouvido cantando esta música antes, e fiquei um pouco surpreso.

Até aí, nada demais. Afinal de contas, Marisa é uma compositora excepcional e esta seria apenas mais uma música. O que me chamou a atenção, no entanto, foi a historia da música que alguém (não lembro quem) me contou – quando comentei que não tinha conhecimento que tal música era dela.

Segundo me disseram, Marisa havia composto esta música no período em que se mudou para a Europa e, ao contrário do que eu pensava, o Amor a que a letra faz menção é o de uma filha pela mãe. Ela se referia a falta que sentia da mãe, de quem não havia se separado antes por tanto tempo.

É bem verdade que na gravação do Cidade Negra, eles dão a entender que a letra se refere ao Amor entre homem e mulher – o que se aplica perfeitamente. A questão é que não era sobre isso que a música efetivamente falava. Aí eu me pergunto: quantas musicas que escuto, ou já escutei, foram criadas num contexto completamente diferente ao que é apresentado? Quantas delas se referiam a situações completamente adversas e nós não sabemos.

Tomar conhecimento desta historia me fez questionar essas coisas, e também o porquê de querermos a atribuir à palavra Amor sempre um sentido conjugal. “Aonde Você Mora” falava do Amor de filial, mas, talvez por causa da interpretação, ninguém nunca fez essa relação. No entanto, nunca tentamos fazer uma outra relação.

Outro exemplo clássico da falta de conhecimento da historia e do contexto da música está nas letras de expoentes da música brasileira como Chico Buarque, Gilberto Gil e Caetano Veloso. Quem nunca ouviu musicas como Cálice – uma referencia a ditadura – e pensou se tratar de uma música meramente religiosa? Certamente, muita gente. Bem diga os caracóis dos cabelos do Caetano, escrita por Roberto Carlos, o qual, não conhecendo a historia, sempre atribuímos aos cabelos de alguma linda mulher brasileira?

Poderia citar muitos outros casos de músicas as quais atribuímos uma interpretação diferente daquela pensada por seu compositor. Porém, quero apenas deixar esta reflexão sobre a necessidade de sabermos o que realmente o que estamos cantando, precisamos, pelo menos, tentar conheceras historias. E se for para fazer outras interpretações, que façamos consciente e não por não sabermos do que se trata – isso dá uma sensação de estar sendo enganado (pelo menos pra mim).

Para que possamos iniciar este processo, aproveito para indicar o Blog Saïan Supa, que justamente conta a historia de algumas musicas.


PS: como eu disse, não lembro a fonte que me contou a historia (que é coerente) e infelizmente não tive como confirmar até hoje. Se alguém souber que o que relato não é fato, é só falar.

Para quem não lembra da música, aí vai a letra:


Aonde Você Mora (Marisa Monte)

Amor igual ao teu
Eu nunca mais terei
Amor que eu nunca vi igual
Que eu nunca mais verei
Amor que não se pede
Amor que não se mede
Que não se repete
Amor
Você vai ficar em casa
Eu quero abrir a porta
Aonde você mora
Aonde você foi morar
Não quero estar de fora
Aonde está você
Eu tive que ir embora
Mesmo querendo ficar
Agora eu sei
Eu sei que eu fui embora
Agora eu quero você
De volta pra mim
Amor igual ao teu...

13 comentários:

Mario Henrique disse...

gostei da organização...

mto bom o blog!..

se puder, visite:
http://esfiha-berta.blogspot.com

abraços!

Dancer disse...

"Conseguimos descobrir a fonte de inspiração para ele?"

R: Realmente não conseguimos saber a fonte de inspiração se não sabemos a história da letra da música.

> Eu viso tmb pesquisar história de letra de música. Obirgado pela indicação do blog ai no seu post. Vou conferir ;D

Ah música q vc comentou do Cidade Negra, eu curto a mesma. Hehehe.

O blog aqui tah como tah. BOM.

Até mais amigo ^^

canal101 disse...

"Conseguimos descobrir a fonte de inspiração para ele?" [2]

realmente é meio dificil cada pessoa interpletar o que o cantor quer ,as pessoas sao diferentes ,Cada um tem um sentimento diferete, um acha uma coisa e o outro acha outra...

e nao é de agora que algumas musicas nao fazem o menor sucesso com seus autores, acabam ficando conhecidas por regravaçoes de terceiros...

ED CAVALCANTE disse...

CARA, EU ACHO QUE O SENTIDO DE AMOR QUE VC PENSAVA NÃO ESTAVA ERRADO. SEI, SEI, QUE O AUTOR ESCREVE PENSANDO UMA COISA, Mas a obra acaba ganhando outras interpretações, o autor perde o poder sobre a obra!

rafaela disse...

Gostei muito desse texto seu, sou muito fã da marisa e nao sabia dessa história, e depois de sabe-la ao escutar a musica vi q faz muito sentido.
falou!grande abraço
Rafaela

Andre disse...

"Tá falando disso mesmo?"

Acredito que essa seja a verdadeira função da arte: uma vez exposta ao grande público, passa a pertencer ao mundo e por conseqüência é absorvida e interpretada a partir das mais variadas possibilidades.
Cada um vê o que quer ver!
Não podemos culpar o artista pelo que projetamos em sua obra.
Falando especificamente sobre Marisa Monte, talvez nenhum outro artista tenha tanto conheçimento de causa ao falar de amor quanto ela, uma vez que pra Marisa o amor é bem mais amplo que a limitação homem/mulher.
Marisa é sensível, Marisa é observadora de seu tempo, Marisa é intuitiva.
Amor pra ela pode ser tanto a dolorosa distância entre mãe e filha quanto a satisfação de se ter um amigo leal ao lado. A chuva que cai no telhado, a espera por alguém que pode chegar a qualquer momento, o respeito pelos maravilhosos "velhinhos" da velha-guarda da Portela. Toda forma de sentimento puro e sincero por algo ou alguma coisa, pode ser traduzido em amor na obra dessa artista imprevisível e arrebatadora que é Marisa Monte.

PS: Em relação ao seu blog, achei-o limpo, claro, objetivo e bastante funcional. Parabéns!!!

PS: As vezes tenho um pouco de trabalho em organizar minhas idéias, sendo assim, fico na expectativa de ter sido compreendido! rsrsrsrsrsrsr

André Neves (deobotelho@hotmail.com)

SouMusic disse...

André... a sua colocação sobre a forma de ver o mundo que Marisa tem foi muito boa.

Já que nem sempre podemos saber do tipo de amor a que a letra refere-se, restanos fazer como Marisa - expandir nossa visão musical sobre o amor.

Drika disse...

Nossa, sou fã da MM e não sabia que essa linda música e dela!
Quando o assunto e amor, em geral, as pessoas são bastante limitados. Atribuem logo ao amor homem x mulher... o que é uma pena =/
Adorei a proposta do Blog!
Sucesso para td a equipe.

Muitas palavras disse...

Dificil expressar tantas coisas que gosto...prefiro deixar na imginação de cada pessoa que ve e decida-se se gosta...seu blog é bom amigo!
Abraço

Deivid disse...

Talves quando escutamos uma música realmente não sabemos sobre o que o aoutor está falando, mas o bakana e poder se identificar com uma música boa e bem escreita !

computakipiada disse...

legal kra !
boas as postagens

Hernani Luiz disse...

E isso mesmo. mas eu descobri isso ja faz um bom tempo. Eu fi à missa como codos os domingos, e em um desse, o Padre estava falando do amor familiar. Então ele citou essa belícima música como exemplo.
Na verdade eu fiquei surpreso foi de saber que ela é composição da Marisa M.
Abraço

PERNAMBUXÉ disse...

EM RELAÇÃO AO TEMA DO TEXTO! MEU AMIGO;ESTA CONJUNTURA DE DUPLO ENTENDIMENTO É MUITO BOA, É O LIVRE ARBITRIO DA INTERPRETAÇÃO PESSOAL, CASO CONTRARIO, A MÚSICA NÃO TERIA SENTIDO PARA QUEM ESCUTASSE....PENSE NISTO E
CONHEÇA O M.PAULINO, CANTOR E COMPOSITOR PERNAMBUCANO! CRIADOR DO PERNAMBUXÉ!
Neste site: REVERBNATION: http://www.reverbnation.com/mpaulino
Ou no MY SPACE: http://www.myspace.com/mpaulinocantor
Ajude-me a divulgar este trabalho.
Participe da minha comunidade no Orkut.
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=17087842
Como cantor, criei o meu próprio estilo o PERNAMBUXÉ, onde misturei dois ritmos o Maracatu de Pernambuco e o Axé da Bahia e estou mostrando ao Brasil e ao Mundo.
Preciso e conto com o seu apoio.
Meu fone 81 34315448 / 92259686 / 88285706
MSN: mpaulinocantor@hotmail.com
YOUTUBE: http://www.youtube.com/profile?user=mpaulinocantor
ROCK BRASILEIRO: http://bandas.rockbrasileiro.com/mpaulino
PALCO MP3: www.mpaulino.palcomp3.com.br
VEJAM OS CLIPS DE M.PAULINO;
MENINA LINDA
http://www.youtube.com/watch?v=Jb1kKwFiaOk
EU TE AMO
http://www.youtube.com/watch?v=aYbCaoNK4yE
NAVEGANTE ESTELAR
http://www.youtube.com/watch?v=xHf0N4Zhgcc
ESCUTEM AS MÚSICAS DE M.PAULINO
ARAME FARPADO.
http://www.mp3tube.net/musics/MPAULINO-ARAME-FARPADO/99171/
ALEGRIA JUNINA
http://www.mp3tube.net/musics/MPAULINO-ALEGRIA-JUNINA/99168/
MEU DESEJO
http://www.mp3tube.net/musics/MPAULINO-MEU-DESEJO/154178/